Blog

Defina o seu perfil e planeje sua carreira

Compartilhe:

Com que frequência você reflete sobre a sua carreira? Quero convidar você para uma viagem em busca da realização profissional. O primeiro passo desse caminho é analisar cada um dos perfis abaixo e tentar descobrir em quais deles você se encaixa. Confira a seguir!

  1. Pensador decisivo – Capaz de analisar a informação de forma rápida e usá-la para tomar sólidas decisões.
  2. Influenciador qualificado – Capaz de ganhar o compromisso de diferentes grupos dentro da companhia, com o objetivo de beneficiar a organização.
  3. Confiável – Especialista na sua área de atuação, tem sempre uma abordagem profissional.
  4. Colaborativo – Capaz de trabalhar bem com um grande número de pessoas, dentro e fora da organização.
  5. Entrega o trabalho – Focado em oferecer os melhores resultados possíveis para a organização. Mostra determinação, desenvoltura para seus objetivos.
  6. Corajoso e desafiador – Tem confiança para expor os seus pensamentos e desafiar os colegas, mesmo quando encontra resistência ou circunstâncias desconhecidas.
  7. Modelo a seguir – Lidera dando exemplos de boa conduta corporativa.
  8. Curioso – Busca novas formas de apoiar o desenvolvimento da organização.

É provável que você se identifique com mais de um dos perfis acima. Pense neles, pois são as principais pistas para alcançar os seus objetivos profissionais e o sucesso em sua carreira.

Saiba que cada pessoa tem uma combinação única de competências, habilidades, qualidades e aptidões. Identificar nossos talentos ​​é como participar de uma expedição arqueológica, onde é preciso “cavar” bem fundo para encontrar as nossas verdadeiras habilidades. Identificar e desenvolver competências faz parte do processo de planejamento de uma carreira, pois saber quem somos e quais são as nossas melhores habilidades nos tornam candidatos valiosos no mercado de trabalho.

Então, é fundamental que você reconheça (ou desenvolva) as seguintes habilidades:

  • Comunicação (verbal e escrita);
  • Pensamento crítico e criativo;
  • Trabalho em equipe e formação de equipe;
  • Resolução de problemas;
  • Tomada de decisão;
  • Gestão de projetos;
  • Conhecimento de programas de computador / tecnologia;
  • Compromisso com atualização ao longo da vida.

A maioria dessas características é adquirida durante a vida, enquanto outras são inatas. Segundo a página How to Become a Successful Professional, existem aspectos fundamentais para ser bem-sucedido profissionalmente. Veja algumas características importantes no trabalho:

  • Ambição e flexibilidade são essenciais para alcançar sucesso na carreira. É difícil encontrar um profissional bem-sucedido que não tenha ambição ou a meta de alcançar o sucesso. No entanto, a ambição sem objetivos ou sem foco não traz resultados. Tenha metas e objetivos de curto, médio e longo prazo.
  • Comprometer-se com o trabalho é importante para o êxito profissional.
  • Seja amigável, mesmo quando o seu colega comete um erro. Tenha sempre uma abordagem ética e solidária em relação aos erros. Enganos acontecem, peça simplesmente que a lição seja aprendida e que não volte a acontecer.
  • Líderes inspiram colaboração – eles trabalham com a equipe e se esforçam para que o resultado do trabalho seja o melhor possível.Características de liderança são muitas vezes inatas, mas podem ser aprendidas e melhoradas em cursos e seminários. Coisas importantes sobre um líder: ele é um modelo a seguir; sua presença afeta o ambiente no trabalho; e, finalmente, os líderes nem sempre estão certos. Ser um líder significa que você defende o que acredita e trabalha duro para alcançar seus objetivos.
  • Nunca mentir ou ser desonesto: Esta é a chave para se tornar um profissional respeitado.
  • Aprenda a ser especialista e eficaz em seu trabalho, não importa se você gosta ou não de cada tarefa que lhe oferecem.

Sem erros na carreira

A trilha de uma carreira de sucesso é como um composto químico: tem muitas substâncias. Para não causar uma explosão em sua vida profissional e acabar com a sua trajetória de sucesso, evite alguns erros comuns. O site Mind Tools aponta os oito principais enganos que cometemos em nosso caminho. Confira:

Erro 1: Definir metas irreais

Quando você está explorando possíveis objetivos, você precisa soltar a sua imaginação e ambição, colocar quaisquer receios de lado, e ter grandes sonhos. No entanto, uma vez que você tenha decidido sobre uma meta, certifique-se de que é realista, e que você pode realmente alcançá-la no período de tempo que você definiu para si mesmo.

carreira

Por exemplo, se o seu objetivo é correr uma maratona, é completamente irreal inscrever-se em data próxima do evento, a menos que você já tenha feito vários meses de treinamento.

Erro 2Foco excessivo nas metas profissionais

Muitas pessoas se concentram exclusivamente em seu trabalho ao definir metas. No entanto, você não pode negligenciar as atividades que lhe trazem alegria. Metas como escrever um livro, participar de uma corrida de aventura, ou iniciar um jardim em casa podem também ser extremamente importantes para a sua felicidade e bem-estar. Encontre o equilíbrio nas diferentes áreas de sua vida. E lembre-se de que “equilíbrio” é diferente para cada um de nós.

Erro 3: Subestimar o tempo

Quantas vezes uma tarefa ou projeto leva mais tempo do que você imaginava? Provavelmente mais vezes do que você pode contar! Você também pode dizer o mesmo para os objetivos que você definiu para alcançar sucesso em sua carreira.

Se você não estimar um tempo para alcançar metas com muita precisão, pode ser desanimador quando as coisas demorarem para acontecer. Então, adicione um tempo extra em suas estimativas, assim você vai sentir menos pressão para atingir seus objetivos.

Erro 4: Odiar falhar

Se você tiver a coragem de aprender com as suas falhas, é possível ver nelas possibilidades de mudar nossas vidas para melhor. Portanto, não fique triste se você não conseguir alcançar seus objetivos – apenas tome nota de onde você errou e use esse conhecimento para alcançar seus objetivos da próxima vez.

Erro 5: Metas alheias

Algumas pessoas – família, amigos, ou até mesmo seu chefe – pode querer influenciar os objetivos que você definiu. Talvez eles sintam que eles sabem o que é melhor para você, ou talvez eles queiram que você tome um caminho certo ou faça certas coisas.

Claramente, é importante que você tenha um bom relacionamento com essas pessoas, mas seus objetivos são só seus.  Então, seja educado e assertivo, mas faça o que você quer fazer!

Erro 6: Não lembrar dos progressos

É preciso tempo para atingir objetivos. E às vezes é possível sentir que você não está fazendo muitos progressos. Por isso, é importante fazer um balanço de tudo o que você realizou regularmente. É fundamental definir pequenas metas, celebrar cada sucesso e analisar o que você precisa fazer para seguir em frente. Não importa como as coisas parecem lentas, é bem provável que você esteja fazendo progressos!

carreira

Você também pode aproveitar a oportunidade para atualizar suas metas, com base no que você já aprendeu. Veja se suas prioridades precisam mudar ou se você precisa reservar algum tempo extra para uma atividade específica. Metas nunca devem ser “gravadas em pedra”, por isso não tenha medo de alterá-las, se você precisar.

Erro 7: Definir metas “negativas

A maneira como você pensa sobre o seu objetivo pode influenciar o modo como você se sente sobre ele, e se vai você conseguir realizá-lo. Por exemplo, muitas pessoas têm um objetivo de “perder peso”. No entanto, este objetivo tem uma conotação negativa; ele está focado no que você não quer – o seu peso. Uma maneira positiva de reformular este objetivo é dizer que você quer “ficar saudável”.

Outro exemplo de um objetivo negativo é a “não ficar até mais tarde no trabalho”. Uma maneira positiva de reformular essa meta é “passar mais tempo com a família”. Objetivos negativos são emocionalmente atraentes, o que torna difícil se concentrar neles. Reformule todos os objetivos negativos, para que eles soem positivos: você pode se surpreender pela diferença que isso fará.

Erro 8: Estabelecer muitos objetivos

Quando você começar a estabelecer metas, concentre-se nas mais importantes. Saiba que uma quantidade muito grande de objetivos necessita de muito tempo e energia e você pode não dar a atenção que eles realmente merecem.

carreira

Em vez disso, use “qualidade e não quantidade” ao estabelecer metas. Exercite a “importância relativa” de tudo o que você quer realizar, ao longo dos próximos seis a doze meses. Em seguida, escolha cerca de três metas para se concentrar.

Lembre-se, o sucesso do seu trabalho está em focar apenas em algumas coisas ao mesmo tempo. Se você limitar o número de objetivos, você vai ter o tempo e energia para fazer as coisas muito bem!

Veja também: A importância da cultura de Coaching para as organizações

Gostou da matéria? Deixe um comentário logo abaixo!

Imagens: Pinterest

Compartilhe: