Blog

Mindfulness – O que é? Por onde começar? Dicas Fragatha

Compartilhe:

Você já ouviu falar em atenção plena? É assim como é também conhecido o mindfulness, um conjunto de técnicas empregadas para ter mais foco e dinamismo em seus propósitos e na vida como um todo. Muito semelhante à meditação, o mindfulness é perfeito em um mundo cheio de distrações e ações ou pensamentos automáticos, falta de direcionamento e conflitos internos duradores.

Você já reparou quantas ações você executa sem se dar conta? Escovar os dentes, tomar banho, pagar contas, etc. Você não reflete, geralmente, sobre todos estes atos. Apenas faz as coisas de forma automatizada. E automatizamos o cotidiano, as emoções o sentido das coisas. Raras são as vezes que no meio do dia tomamos consciência das coisas que fazemos, o motivo pelo qual fazemos e a fundamentação das nossas escolhas. E neste ritmo também vamos automatizamos crenças, emoções, sentimentos, escolhas – tudo sem conscientização.

mindfulness

A proposta do mindfulness é ter atenção plena, deixar de fazer as coisas no piloto automático. Desta forma, fazemos escolhas mais conscientes e alinhadas com quem somos, sem sucumbir ao dia a dia e ao ritmo acelerado da vida. Muitos conflitos e desejos acabam se internalizando quando não temos a consciência de nossas atitudes. Com o tempo, isso se torna um problema sério.

Vantagens do mindfulness

O mindfulness ajuda a refinar as escolhas e o comportamento, trazendo mais consciência para tudo o que fazemos. Outra característica da técnica é o compromisso com o presente: o passado não volta e o futuro não existe; precisamos aprender a viver no presente e criar situações no agora. É assim que mudamos a rota.

A técnica ajuda ainda nos processos de tomada de decisão, pois faz com que o indivíduo reflita sobre si e sobre as suas escolhas em nível abrangente. O mindfulness é também um processo de desenvolvimento, uma ferramenta de crescimento, já que a prática deve ser diária para que os resultados mais profundos apareçam.

Os exercícios diários ajudam a desenvolver a concentração, ainda mais em situações que esta é necessária. O autocontrole também são o alvo do mindfulness, ainda mais em quadro de ansiedade e estresse, problemas comuns na vida moderna. A produtividade também aumenta depois de apenas algumas semanas de prática do mindfulness. Este tipo de meditação tem sido incentivada em grandes corporações ao redor do mundo para que as pessoas tenham mais clareza e calma no seu cotidiano funcional.

Coaching e mindfulness

O mindfulness é uma ferramenta constantemente usada por Coaches e seus clientes durante o processo. Isso porque é possível ter mais consciência de cada etapa do alcance de metas, tendo ainda uma experiência mais engrandecedora durante toda a jornada. Resolver problemas e ultrapassar contingências fica mais fácil quando você consegue mudar a perspectiva da situação com profundidade.

Como praticar? Por onde começar?

Separe um momento do dia para você. Pode ser apenas 5 minutos ou 40 minutos, progressivamente, conforme a prática. Um momento de solidão e silêncio para esvaziar a mente e manter o foco. Desligue o celular e evite interrupções.

Uma dica é fazer a prática de mindfulness no início do dia, ainda em casa, mas você pode escolher o melhor horário. Tenha uma posição para fazer a prática que seja confortável para você. Pode ser em posição de lótus, como na meditação, por exemplo. Há aplicativos que ajudam a manter o tempo da prática e também trazem dicas – são recursos interessantes para quem quer iniciar-se no mindfulness.

mindfulness

Durante a sua prática, mantenha a atenção nas reações do seu corpo em pausa e em silêncio, mantendo também o controle. É possível que alguns pensamentos sejam constantes e resistentes. Isso é bem comum no começo. Mas receba-os e deixe passar, sem julgamentos e sem resistência. Mantenha a atenção ao corpo e às sensações. Uma dica é começar a observar a sua respiração primeiramente. Mantenha o foco nela para se desligar do mundo.

No dia a dia

Além dos minutos dedicados diariamente, é possível aplicar a atenção plena em todas as coisas que você fizer, como por exemplo, comer, trocar de roupa, lidar com as pessoas. Foque no que você sente, na sua respiração, na sua reação diante dos eventos. Tudo é caminho para o aprendizado sobre si e sobre as escolhas que pode fazer.

Ao pentear os cabelos, por exemplo, pense nos fios, na sensação da escova ao toque, na reação do curo cabeludo e das terminações nervosas, nos resultados. Este é apenas um exemplo, mas mostra que você reage a tudo o que o cerca e isso não precisa passar despercebido. Você passa a treinar o cérebro e a atenção, com o tempo, a ter consciência no contexto em que está inserido e às suas reações.

Veja também: 5 cases em que o Coaching fez toda a diferença entre famosos

Gostou das dicas sobre mindfulness para a sua prática diária? Deixe um comentário a seguir e compartilhe estas dicas em suas redes sociais!

Compartilhe: